25 setembro, 2006

 

O Diabo na tela



Depois de ter lido o livro, eu tinha dúvidas se ia gostar do filme. Mesmo sem ser um Pulitzer, O Diabo Veste Prada de Lauren Weisberger é engraçado, "juicy", e mostra bem como funciona a cabeça de uma jovem americana ambiciosa e meio perdida nos seus 20 e poucos anos. Recém-chegada a Nova York, Andrea Sachs tem que aprender a lidar com a dura e fascinante Nova York num mundo que eleva ao máximo essas facetas: o microcosmo da moda. E o sonho dela, quem diria, é trabalhar na New Yorker.



A boa do filme é que ele consegue transferir para a tela toda a, digamos, suculência do livro. É às vezes até mais saboroso, com a atuação fantástica de Meryl Streep no papel de Miranda Priestly e o ágil (ainda que previsível) roteiro. Há boas tiradas, eu dei boas risadas... Mas o filme é mais ameno que o livro, principalmente do meio para o final, o que é uma pena. Na adptação das páginas para a tela, muito do humor sarcástico do Diabo original foi perdido. Criaram uma falsa humanidade para Miranda e uma moral açucarada para Andrea, interpretada por Anne Hathaway, de Brokeback Mountain. As cenas dela com o escritor bem-sucedido e paquerador são decepcionantemente básicas. A amiga Lily está longe da divertida e louca personagem do livro. A Andy de papel é menos puritana , balança mais com a sedução do mundo fashion e do tal escritor. É mais verdadeira.



Análises à parte, o Diabo-película é uma delícia de ver. As roupas são o máximo. As "clackers" magérrimas se equilibrando sobre Jimmy Choos vertiginosos são como no livro (o diabo, no caso delas, são os carboidratos). Nova York é mostrada em todo seu glamour. A idolatria às marcas, idem. E, claro, vale o retrato desse milionário mundo da moda, das revistas fashion, e das apavorantes (e apaixonantes) Miranda Priestlys. That's all...



Comments:
Eu amei esse filme!!!!!!
Achei perfeito!!!!
 
Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?